Entregas Grátis a partir de 50€

Entregas Expresso 2h | 10h - 20H | Dias Úteis | Lisboa, Algés, Oeiras, Carcavelos e mais...

<!DOCTYPE html> <html lang="pt"> <head> <style> /* Defina o estilo para o texto dentro da marquee */ marquee { color: white; font-size: 14px; } </style> </head> <body> <!-- Seu texto com a marquee e o estilo aplicado --> <marquee>Entregas Grátis a partir de 50€ &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp Entregas Expresso 2h | 10h - 20H | Dias Úteis | Lisboa, Algés, Oeiras, Carcavelos e mais... </marquee> </body> </html>

O CBD no Tratamento de Alzheimer: Esperança para a Neuro-degeneração

A Doença de Alzheimer e a Busca por Tratamentos Efetivos

A Doença de Alzheimer é uma condição neuro-degenerativa que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, causando declínio cognitivo e perda neuronal progressiva. Com o envelhecimento da população, a necessidade de tratamentos eficazes para essa doença se torna cada vez mais urgente. Neste artigo, exploraremos o potencial dos produtos de CBD (canabidiol) no tratamento do Alzheimer, oferecendo esperança e insights promissores para aqueles que lidam com essa condição debilitante.

O Papel dos Endocanabinoides no Tratamento do Alzheimer

O corpo humano possui um sistema chamado Sistema Endocanabinoide (ECS), composto por receptores e substâncias químicas chamadas endocanabinoides. Estudos recentes revelaram que o ECS desempenha um papel crucial na saúde do cérebro e pode estar envolvido na progressão de doenças neurodegenerativas, incluindo o Alzheimer. O CBD, um canabinoide de origem vegetal, pode ativar os receptores endocanabinoides e potencialmente reduzir os sintomas e a progressão da doença.

CBD versus Medicamentos Tradicionais

Ao contrário dos medicamentos tradicionais usados no tratamento do Alzheimer, o CBD é considerado uma opção mais segura, com menos efeitos colaterais e riscos associados. Ao ser derivado da planta de cânhamo, o CBD não produz efeitos psicoativos ou de intoxicação causados pelo THC, permitindo o uso terapêutico sem alterações mentais indesejadas.

Ação do CBD na Etiologia do Alzheimer

Estudos científicos mostraram resultados positivos quanto ao uso do canabidiol no tratamento do Alzheimer. O CBD tem a capacidade de inibir processos relacionados à fisiopatologia da doença, incluindo a redução da formação de emaranhados neurofibrilares, um dos principais marcadores da doença. Esses resultados indicam que o uso de canabinoides pode ser promissor para o tratamento da Doença de Alzheimer.

Encontrando a Formulação Certa: THC, CBD Concentrado e Óleo de Cânhamo

Embora muitos estudos tenham mostrado resultados promissores com o uso de THC e CBD concentrado no tratamento do Alzheimer, é importante usar o THC em doses controladas para evitar efeitos psicoativos indesejados. O óleo de cânhamo de espectro completo é uma opção ideal para aqueles que procuram alívio dos sintomas sem os efeitos psicoativos, pois contém uma variedade de canabinoides benéficos, incluindo o CBD.

Conclusão

À medida que avançamos na compreensão da Doença de Alzheimer e buscamos tratamentos eficazes, o CBD surge como uma opção promissora para aliviar os sintomas e retardar a progressão dessa condição devastadora. Como empresa especializada em produtos de CBD e derivados de cânhamo, a ReLeaf está empenhada em oferecer

Fontes:

  1. Kogan, Natalya M., and Raphael Mechoulam. “Cannabinoids in health and disease.” Dialogues in clinical neuroscience 9.4 (2007): 413. []
  2. Iuvone, T., Esposito, G., De Filippis, D., Scuderi, C. and Steardo, L. (2009). Cannabidiol: A Promising Drug for Neurodegenerative Disorders?. CNS Neuroscience & Therapeutics, 15(1), pp.65-75. []
  3. Expert Committee on Drug Dependence (2018). CANNABIDIOL (CBD). [online] World Health Organization. []
  4. Karl, Tim, Brett Garner, and David Cheng. „The therapeutic potential of the phytocannabinoid cannabidiol for Alzheimer’s disease.“ Behavioural pharmacology 28.2 (2017): 142-160 []
  5. Lodzki, M., et al. „Cannabidiol—transdermal delivery and anti-inflammatory effect in a murine model.“ Journal of controlled release 93.3 (2003): 377-387 []
  6. Hampson, Aidan John, et al. „Neuroprotective Antioxidants from Marijuana.“ Annals of the New York Academy of Sciences.899.1 (2000): 274-282. []
  7. Watt, Georgia, and Tim Karl. „In vivo evidence for therapeutic properties of cannabidiol (CBD) for Alzheimer’s disease.“ Frontiers in pharmacology 8 (2017): 20. []
  8. Pazos, M. R., et al. „Role of the endocannabinoid system in Alzheimer’s disease: new perspectives.“ Life sciences 75.16 (2004): 1907-1915 []
  9. Leinow, L. and Birnbaum, J. (2017). CBD: A Patient’s Guide to Medicinal Cannabis. North Atlantic Books. []
  10. Kluger, Benzi, et al. “The therapeutic potential of cannabinoids for movement disorders.” Movement disorders 30.3 (2015): 313-327. []
  11. Watt, Georgia, and Tim Karl. “In vivo evidence for therapeutic properties of cannabidiol (CBD) for Alzheimer’s disease.” Frontiers in pharmacology 8 (2017): 20. []
Create your first navigation menu here
Shopping cart

Tens Mais De 18 Anos?

Tens de ter mais de 18 anos para visitar o nosso site.

Tens de ter mais de 18 anos para visitar o nosso site.

I am 18 or Older I am Under 18
Shop
Wishlist
My account
0 items Cart